1. Início
  2. DESTAQUE
  3. Município de Abrantes investe 160 mil euros no combate a incêndios rurais

Município de Abrantes investe 160 mil euros no combate a incêndios rurais

No ano de 2021, a Câmara Municipal de Abrantes reforçou o investimento dos kits de primeira intervenção contra incêndios, num total de 160 mil euros, mais 35 mil do que em 2020.

As Juntas de Freguesia de Alvega e Concavada e Carvalhal integram este ano, pela primeira vez, o dispositivo especial de combate a incêndios rurais juntando-se às Juntas de Freguesia de Abrantes e Alferrarede, Aldeia do Mato e Souto, Bemposta, Mouriscas, S. Facundo e Vale das Mós, Rio de Moinhos e Tramagal.

As carrinhas ligeiras das referidas Juntas de Freguesia integram o Dispositivo Especial Contra Incêndios Rurais (DECIR), no âmbito municipal, para responder de forma mais rápida e eficaz no ataque aos incêndios, na sua fase inicial, até que cheguem os reforços ao local do incêndio, sendo uma mais-valia pela sua proximidade e rapidez.

Estão equipadas com maquinaria, mangueira e tanque com capacidade de 600 litros de água, estando também apetrechadas com rádios de comunicação. Nos períodos de alerta laranja e vermelho, estarão pré posicionadas em Locais Estratégicos de Estacionamento (LEE), dentro do limite da respetiva freguesia, locais esses definidos previamente pelo Comandante dos Bombeiros Voluntários de Abrantes. As freguesias que não disponham dos recursos necessários para levar a cabo estas ações não deixam, por isso, de estar protegidas já que os todos os restantes meios no âmbito da proteção civil são alocados em caso de necessidade.

O Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR) do Concelho de Abrantes foi apresentado esta terça-feira, dia 18 de maio, na Praça D. Francisco de Almeida (antigo heliporto junto ao Castelo), e contou com a presença das várias entidades envolvidas no Dispositivo.

Na ocasião, o Presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, agradeceu o empenho e determinação de todos os intervenientes no dispositivo salientando que “os incêndios são uns dos maiores problemas da nossa região e temos que defender as nossas populações e por isso é muito importante fazermos um trabalho preparatório que é o que temos vindo a fazer nos últimos anos com o DECIR”.

Para David Lobato, Comandante Operacional Distrital de Santarém da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o trabalho desenvolvido pelo Município de Abrantes é um exemplo a nível nacional “ao ter conseguido dinamizar os kits das Juntas de Freguesia que ficam com uma maior disponibilidade para atacar os incêndios num concelho que é grande e tem uma mancha florestal com potencial de risco bastante elevado ”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fill out this field
Fill out this field
Por favor insira um endereço de email válido.
You need to agree with the terms to proceed

Categoria(s):
DESTAQUEFreguesiasSegurança
Menu